Google+
Não é por acaso que o YouTube foi escolhido o melhor aplicativo de 2013 do Google – e não apenas pelos vídeos de gatos e cachorros! Há muito material de qualidade no YouTube, e com frequência queremos assistir ao mesmo vídeo repetidas vezes. Quando encontrar um realmente fantástico, você pode inclusive baixá-lo em seu smartphone ou tablet Android. Vou mostrar aqui como isso é fácil.

Youtube update
Vou mostrar como baixar vídeos do YouTube em seu Android. / © AndroidPIT
Para baixar vídeos do YouTube no meu dispositivo, uso um aplicativo chamado Videoder – um app simples e leve que permite a busca e o download de vídeos do YouTube diretamente em seu smartphone ou tablet. Eis aqui o que você deve fazer:

1. Instale o Videoder;

AndroidPIT Videoder Search
A interface super-simples do Videoder facilita muito o processo. / © AndroidPIT/Videoder

2. Entre no app e clique no botão “Search”. Você não precisa digitar o título exato, pois a ferramenta de busca é muito boa e geralmente encontra o vídeo pelas palavras-chaves.

AndroidPIT Videoder Download
Os resultados de busca são os mesmos da própria ferramenta do YouTube. / © AndroidPIT/Videoder

3. Clique no vídeo que deseja baixar;
4. Selecione o formato e a qualidade do vídeo a ser baixado;
5. O Videoder irá fazer o download do vídeo escolhido com as configurações desejadas;

AndroidPIT Videoder Play
O seu vídeo agora aparece na seção de baixados, e lhe dá muitas opções. / © AndroidPIT/Videoder

6. Depois de baixado, seu vídeo irá aparecer na seção de “Downloads” do Videoder. De lá você pode abrir, compartilhar ou apagar o seu vídeo. E pronto!

Nota: o Videoder irá salvar o seu vídeo automaticamente numa pasta correspondente do seu cartão SD (você não tem a opção de escolher um caminho para o download). Se não quiser acessar os vídeos baixados pelo app do Videoder, você pode simplesmente procurar o vídeo baixado com qualquer gerenciador de arquivos, copiá-lo ou movê-lo para onde quiser.

Fonte: androidpit

É assim que faço o download de vídeos do YouTube para o meu Android. Espero que esse método tenha sido útil.

 

Comentários (0)Leia Mais

 
  •  
Como toda nova versão do Windows, o Windows 8 é mais seguro do que os sistemas operacionais que vieram antes dele. Isso é em grande parte devido a três principais melhorias: uma maior ênfase na inicialização segura UEFI otimizações, a extensão do filtro SmartScreen em todo o sistema operacional, ea inclusão padrão de uma versão mais robusta do Windows Defender, que agora protege contra todos os tipos de malware não apenas spyware.
Aumento da abrangência do Windows Defender não se coaduna com os fabricantes de computadores, no entanto. OEMs fazer beaucoup dólares pela instalação dessas versões de teste do McAfee, Norton e outras suites de segurança que você vai encontrar pacotes de PCs em caixa. Instalação padrão do Windows Defender que ameaça trem da alegria.
Microsoft lançou seus parceiros um osso, permitindo que os OEMs para desativar o Windows Defender, a fim de enviar PCs caixas com soluções alternativas de segurança instalado. Isso é tudo muito bem, a partir de uma “variedade é o tempero da vida” perspectiva, mas um efeito colateral que não é tão quente é o que acontece quando você deixar de registrar que o software de segurança de terceiros: Windows 8 não reativar automaticamente Windows Defender, por padrão. Em outras palavras, o seu muito novo PC pré-embalados é aberta e vulnerável a todos os males da ‘Net.
Felizmente, a ativação do Windows Defender é um piscar de olhos. Aqui está como fazê-lo.

Ativar o Windows Defender no Windows 8

Windows Defender não é sutil sobre o que está sendo desativado.
Primeiro, vá até a tela e Start-estilo moderno tipo “Windows Defender” ter de pesquisa do Windows para o programa, em seguida, clique no ícone do Windows Defender quando ele aparece nos resultados. Uma janela do Windows Defender aparecerá na área de trabalho clássica. Se o software de segurança da Microsoft está desativado, você vai ver um monte de tons vermelhos assustadores ao lado de um “em risco” de advertência e uma imagem de uma tela de computador com um grande X sobre ele. Sutil, não?
Em seguida, clique em Configurações de guia na parte superior da janela. Certifique-se de “proteção em tempo real” é selecionado no painel esquerdo, em seguida, marque a caixa ao lado de “Ativar proteção em tempo real (recomendado)”. Por fim, clique em Salvar alterações na parte inferior da janela.
Como você quer que seu guia Configurações de olhar!
Você saberá que funcionou quando o vermelho assustador “em risco” bar no topo do Windows ativa um tom muito mais suave de verde e muda para “PC Status:. Protegido”

Verifique se há vazamentos

Você não está ainda completo. Agora é hora de se certificar que seu PC está realmente livre de malware! Clique na atualização guia, em seguida, clique no grande atualização botão no meio da janela para baixar as últimas definições de malware Microsoft tem em arquivo.
Em seguida, abra a casa guia e selecione o botão de opção “Full” na lista de opções de digitalização. Tudo que você tem que fazer agora é clicar em Scan Now , em seguida, sentar-se e aguarde enquanto o Windows Defender verifica os cantos e recantos do seu PC para qualquer bandidos escondidos. Pegue uma xícara de café, que pode levar algum tempo. Enquanto você espera, recomendamos que verifique as suas opções de antivírus do Windows 8 .
Ah, isso é o que você quer ver.

 

Fonte: bitsnerd

 

Comentários (0)Leia Mais

 

Caso precise usar algum programa do Office Starter em computadores que não permitem sua instalação ou apenas quer usá-lo enquanto está em trânsito, uma boa solução é criar um dispositivo USB do Microsoft Office Starter Portátil. Aprenda a usar esse recurso útil seguindo este tutorial.

Executando o MS Office Starter Portátil a partir do disco criado (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Executando o MS Office Starter Portátil a partir do disco criado (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Vale lembrar que de acordo com a Microsoft, este recurso só funciona em Windows Vista Service Pack 1 (SP1) em versão de 32 bits ou no Windows 7 de “computadores selecionados”. Para executá-lo, basta ir ao menu “Iniciar”, “Todos os Programas” e clicar em “Microsoft Office 2010″.

Ciente disso, para criar um dispositivo USB do Microsoft Office Starter Portátil, faça o seguinte:

Passo 1. Se o Excel Starter ou o Word Starter estiver aberto, clique em “Arquivo”, depois em “Ajuda” e finalmente, em “Leve o Office com Você”;

Acessando o recurso Microsoft Office Starter Portátil no Word (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Acessando o recurso Microsoft Office Starter Portátil no Word (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 2. Se o Excel Starter ou o Word Starter não estiver aberto, clique no botão “Iniciar” do Windows, em “Todos os Programas”, em “Microsoft Office Starter”, depois em “Ferramentas do Microsoft Office 2010″, e por último, clique em “Gerenciador de Dispositivos do Microsoft Office Starter Portátil 2010″;

Acessando o recurso Microsoft Office Starter Portátil pelo menu Iniciar (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Acessando o recurso Microsoft Office Starter Portátil pelo menu Iniciar (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 3. Se o recurso ainda não estiver instalado, será exibida uma mensagem informando e ele será baixado. Aguarde até finalizar;

Se o recurso ainda não estiver instalado, ele será baixado (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Se o recurso ainda não estiver instalado, ele será baixado (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 4. Quando aparecer a janela do Gerenciador de Dispositivos do MS Office Starter Portátil, clique no botão “Iniciar”;

Iniciando o Gerenciado de Dispositivos do MS Office Starter Portátil (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Iniciando o Gerenciado de Dispositivos do MS Office Starter Portátil (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 5. O programa irá baixar alguns arquivos que são necessários ao processo. Aguarde novamente, até finalizar;

Gerenciador de Dispositivos do MS Office Starter Portátil baixando arquivos (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Gerenciador de Dispositivos do MS Office Starter Portátil baixando arquivos (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 6. Conecte o dispositivo à porta USB do computador. Quando ele aparecer na tela “Gerenciar dispositivos”, clique na unidade. Depois, clique no botão “Instalar”;

Selecionando e iniciando a criação do disco com MS Office Starter Portátil (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Selecionando e iniciando a criação do disco com MS Office Starter Portátil (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 7. Aguarde enquanto o programa instala o MS Office Starter Portátil no disco;

MS Office Starter Portátil sendo instalado no disco (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)MS Office Starter Portátil sendo instalado no disco (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 8. Quando terminar, será exibida uma tela confirmando. Clique em fechar e depois ejete o dispositivo USB;

Criação do disco com o aMS Office Starter Portátil finalizada (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Criação do disco com o aMS Office Starter Portátil finalizada (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 9. Quando for usar, plugue o dispositivo USB no computador e abra o Explorer. Vá para a unidade do disco e clique no item “Office”. Será exibida uma janela com os programa que pode ser executados.

Executando o MS Office Starter Portátil a partir do disco criado (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Executando o MS Office Starter Portátil a partir do disco criado (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Pronto! Usando esse disco, agora você pode usar o Word e o Excel Starter em qualquer PC Windows.

Fonte: Techtudo

 

Comentários (0)Leia Mais

 

O Google implementou mudanças no seu serviço de edição de documentos online, o Google Drive, voltados para melhorar a acessibilidade de usuários com problemas de visão. As novidades incluem melhor integração com sistemas de narração (recursos de voz) e telas em braille e estão disponíveis para os aplicativos do Google Drive como Documentos (Google Docs) e Planilhas (Google Sheets).

Google Drive (Foto: Divulgação/Google)Google Drive (Foto: Divulgação/Google)

O suporte a leitores de tela permite maior integração com serviços de texto para voz, que podem responder a eventos dentro do editor. Por exemplo, ao posicionar o cursor em uma parte do texto, basta pressionar o comando ctrl+alt+a e em seguida a tecla F para ouvir a formatação usada no parágrafo.

O sistema também funciona com documentos compartilhados, informando, por exemplo, quando um usuário entra ou sai dele e quando e onde está fazendo alterações. Outros incrementos incluem a leitura de texto de descrição de imagens para o Docs e a edição de gráficos no Planilhas.

Outro recurso adicionado é um menu de pesquisa rápida para comandos. Basta digitar o que se quer fazer para mostrar em tempo real as opções relacionadas disponíveis. Por exemplo, digitando “negrito”, o sistema vai mostrar automaticamente o comando. O sistema só está disponível em documentos, slides e desenhos, mas deve ser estendido para planilhas e formulários em breve.

Novo sistema de busca permite localizar comandos no menu de ajuda (foto: Reprodução/Google Drive)Novo sistema de busca permite localizar comandos no menu de ajuda (foto: Reprodução/Google Drive)

O suporte a telas em braille também foi melhorado, permitindo a leitura e inserção de textos em documentos, slides e desenhos. O sistema pode ler as configurações para mostrar caracteres automaticamente e diminuir o tempo de espera entre pressionar uma tecla e ouvi-la no leitor de tela.

Confira o vídeo que mostra o recurso de acessibilidade:

 

Fonte: TechTudo

 

Comentários (0)Leia Mais

 

Se você deseja mudar sua senha do Gmail, seja porque alguém está usando sua conta sem permissão ou simplesmente porque quer redefini-la, veja o tutorial que o TechTudo preparou para te ajudar. Especialistas em segurança online recomendam a troca frequente de senhas  por uma questão de segurança, portanto, se você não sabe como fazer isso, siga os passos abaixo e veja como é simples.

Gmail adiciona mais botões de atalho para YouTube, Vimeo, Dropbox e Google Docs. (Foto: Reprodução / Mashable) (Foto: Gmail adiciona mais botões de atalho para YouTube, Vimeo, Dropbox e Google Docs. (Foto: Reprodução / Mashable))Veja como alterar senha do Gmail neste tutorial (Foto: Reprodução/Mashable)

Passo 1. Acesse o Gmail e faça login em sua conta. Em seguida, clique sobre sua foto ou endereço de e-mail, no canto superior direito da página. No menu que aparece, clique em “Conta”;

Acesse as configurações da sua conta (Foto: Reprodução/Helito Bijora) Acesse as configurações da sua conta (Foto: Reprodução/Helito Bijora)

Passo 2. Abra a guia “Segurança” e clique em “Alterar senha”;

Abra os ajustes de segurança (Foto: Reprodução/Helito Bijora) Abra os ajustes de segurança (Foto: Reprodução/Helito Bijora)

Passo 3. Por fim, confirme sua senha atual no primeiro campo e digite a nova senha nos campos abaixo. Lembre-se de criar uma senha única e forte – misture letras, números e caracteres especiais.

Confirme a sua senha antiga e entre com a nova (Foto: Reprodução/Helito Bijora) Confirme a sua senha antiga e entre com a nova (Foto: Reprodução/Helito Bijora)

Pronto! Você receberá um e-mail informando que a sua senha foi alterada. Dessa forma, sua conta estará segura. Caso queira adicionar uma camada extra de proteção, ative a verificação em duas etapas.

Fonte: Techtudo

 

Comentários (0)Leia Mais